Entrevista da semana: Thalissa Teixera

0

A atriz, de origem brasileira, atua na peça The Unknown Island em cartaz em Londres e contou para a BBMag sobre sua carreira e seus novos projetos

Thalissa Teixera faz parte do cast da peça The Unknown Island, dirigida e adaptada por Ellen McDougall e Clare Slater, a partir da obra de Jose Saramago, em cartaz até 07 de outubro de 2017 no Gate Theatre.

Thalissa Teixera já participou de outros trabalhos no teatro que incluem Othello, The Broken Heart, The Changeling (Shakespeare’s Globe), Yerma (Young Vic), The Night Watch (Manchester Royal Exchange), BU21 (Theatre 503), Electra (Old Vic).  Atuou também na TV em The Musketeers e no cinema em Take Down.

 

BBMag – Thalissa, vamos começar do começo: onde você na nasceu e quando? Onde você morou e onde mora atualmente? Conte-nos sobre sua família e sua infância?

THALISSA TEIXERA – Eu nasci no Reino Unido e me mudei para o Brasil com meus pais quando eu tinha apenas um ano de idade; minha mãe é inglesa e meu pai baiano, mas foi criado em Vitoria no Espirito Santo, onde morou por oito anos ate se mudar para Londres. Atualmente moro no nordeste de Londres, mas não consigo morar sempre no mesmo lugar.

 

BBMag – Qual a sua ligação atualmente com o Brasil?

THALISSA TEIXERA – Meu pai e toda a sua família moram lá e vou sempre que tenho uma oportunidade, uma ou duas vezes por ano. Eu adoro ir para comer o caruru que a minha avó faz… Salvador, Bahia é onde me sinto feliz porque como bem e me aquece ate os ossos.

 

BBMag –Como você vê o Brasil e o estilo de vida brasileiro? 

THALISSA TEIXERA – Para mim o Brasil é onde eu posso voltar a ser criança, em grande parte tem a ver com a forma como eu sou “devorada” pela família todas as vezes que vou lá e também a dor da saudade na hora de voltar para a Inglaterra. O ritmo de vida não é diferente do de Londres pra mim, mas o modo de viver, pois o espirito e a energia são fenomenalmente diferentes – é como uma aldeia gigante!

 

BBMag – Qual a sua percepção do Brasil em relação às artes aqui no Reino Unido?

THALISSA TEIXERA – Obviamente a música teve um impacto no UK, na verdade no mundo inteiro – eu vivo com músicos que não são brasileiros, mas que sabem mais sobre música brasileira do que eu. Se você diz a palavra Carnaval para alguém aqui, eles têm uma ideia do que é, mas em termos de literatura, teatro, dança, arte, nem tanto. Acredito que o meu interesse em me tornar atriz surgiu espontaneamente pelo fato do Brasil ser um teatro natural. As pessoas atuam sempre, seja como cantam as músicas nos churrascos, até como elas contam estórias umas para as outras na praia. Nesse sentido a personalidade delas parece teatral.

 

BBMAG – E o seu interesse nas artes dramáticas e no teatro, quando começou?

THALISSA TEIXERA – Acho que foi quase por acaso! Quando me mudei do Brasil pra cá, para fazer novos amigos entrei para o grupo de teatro da igreja em Chalfont St Peter, ainda me sinto como estivesse frequentando o clube da escola como parte da minha carreira.

 

BBMAG – Conte-nos sobre sua carreira profissional e o processo pelo qual você passou para chegar onde você está hoje.

THALISSA TEIXERA – Bem, assim que eu terminei o colégio fui para a escola de teatro RWCMD em Cardiff e dali consegui um agente que abriu muitas portas pra mim. Em meu primeiro trabalho no teatro contracenei com Kristin Scott Thomas como Electra no Old Vic, dirigida por Ian Rickson, o que foi uma loucura, e isso me fez sentir como se eu ainda estivesse tentando fazer amizades no grupo de teatro da escola. Trabalhei em algumas produções no The Shakespeare’s Globe Theatre, Yerma at the Young Vic e uma produção da BBC dos The Musketeers, em todas elas conheci atores, designers e diretores incríveis – na verdade tenho sempre muita sorte de ter ao meu redor pessoas com tanto talento.

 

BBMAG – Agora fale um pouco a respeito da peça The Unknown Island e sobre o personagem que você interpreta.

THALISSA TEIXERAThe Tale of the Unknown Island é uma estória do escritor português Jose Saramago a respeito de um homem que está em busca do Desconhecido.  Nossa diretora Ellen McDougall e a dramaturga Clare Slater adaptaram a estória para ser contada igualmente por quatro atores, quase como se fossemos nós mesmos, que para mim, faz a plateia se questionar sobre a importância das estórias e porque nos colocamos em uma sala cheia de estranhos que se entretém. Isto é um alivio, para que tanto os atores como a plateia não sofram no teatro! Eu sempre penso, porque gastar dinheiro no teatro para ver um ator fingir que está sofrendo, quando na verdade o que precisamos é da beleza, conexão e pensamento. The Unknown Island nos dá um pouco disso.

 

BBMAG – O que você gosta de fazer no seu tempo livre? Você tem algum hobby?

THALISSA TEIXERA – Faço muitas coisas. Faço parte de um grupo de contadores de estórias chamado The Embers Collective (https://www.theemberscollective.com). Contamos estórias por toda Londres, o que me dá a oportunidade de escrever coisas criativas – falei muito sobre estórias não é? É porque elas têm muita importância.

 

BBMAG – Qual a sua recomendação para jovens atores que estão iniciando a carreira? Você tem alguma dica de como eles podem vencer na profissão?

THALISSA TEIXERA – Eu sempre respondo dizendo “escutem”, assistam muitas peças de teatro e tentem descobrir o que gostam na atuação.

 

BBMAG – Finalmente, conte um pouco sobre seus projetos futuros.

THALISSA TEIXERA – Ah o futuro! Isso é mais uma coisa para os jovens atores, preparar-se sempre para saber! Tem algumas coisas em vista, mas ainda incertas que estão atrapalhando as minhas próximas ferias no Brasil.

 

Serviço:

The Unknown Island, da obra de Jose Saramago

Direção e adaptação: Ellen McDougall e Clare Slater

Elenco: Jon Foster, Hannah Ringham, Thalissa Teixera e Zubin Varla

Gate Theatre: Above The Prince Albert Pub, 11 Pembridge Road, London W11 3HQ

www.gatetheatre.co.uk

Twitter: @gatetheatre

Bilheteria: 020 7229 0706

Horários:

Segunda a sábado: às 19h30

Sábado matinées: às 15h

Quartas-feiras matinées: às 15h

Preços:

Matinées: £10

Inteira: £20

Com desconto: £15

Abaixo de 26 anos no Young Peoples Night: £7.50

Em cartaz até 07 de outubro de 2017

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

BBMag Bossa Brazil Magazine

BBMAG Bossa Brazil Magazine is the only London-based bilingual publication specialised in Brazilian lifestyle.

Deixar Mensagem