Já ouviu falar de acordo voluntário IVA?

0

Um administrador licenciado de Insolvência negocia um acordo juridicamente vinculativo entre você e seus credores, permitindo que você pague o que deve de acordo com as suas reais possibilidades ao longo de um período fixo, geralmente de 5 anos.

 

A MINHA CASA ESTARÁ PROTEGIDA?

Para o proprietário de um imóvel residencial, um dos principais benefícios de um IVA em comparação à falência é o fato de que, sob um IVA, a venda da sua casa não pode ser forçada, enquanto sob os termos da falência o proprietário pode ser obrigado a vender seu imóvel.

Sob os termos de um IVA, se você possui uma propriedade e tem equidade na mesma, você terá que abrir mão de parte da equidade através do refinanciamento do imóvel. Este montante será utilizado para complementar seus pagamentos do IVA ou, em determinadas circunstâncias, será usado como o pagamento total e definitivo do seu IVA. Quando a equidade de uma propriedade está prestes a ser liberada, o administrador de insolvência levará em consideração a receita extra necessária para financiar o aumento da hipoteca, de modo que o novo valor proposto seja acessível.

O administrador da insolvência determina o momento em que esse capital será liberado da sua propriedade, o que poderá ser nos estágios iniciais ou posteriores do IVA. Penalidades, capacidade de pagamento, o “valor do empréstimo” que você tem atualmente e outros fatores terão que ser levados em consideração.

Liberar dinheiro da sua propriedade pode significar que o IVA durará um menor período de tempo. Ou seja, ao invés dos 60 meses padrão, poderia ser por um período de 48 meses, 36 meses, 12 meses ou, em alguns casos, ser o reembolso total e definitivo do seu IVA.

Se você vendeu sua propriedade durante um IVA, será obrigado a aplicar todo o lucro da venda no mesmo. Há determinadas circunstâncias em que parte do lucro pode ser mantida, mas isso teria que ser devidamente justificado.

Se você tem equidade negativa em sua propriedade, ainda assim poderá ser elegível para um IVA. No entanto, neste caso há menos probabilidade de você liberar a equidade para um IVA durante o período. Neste cenário, o mais provável é que o IVA dure 60 meses e será inteiramente dependente de você ter renda disponível suficiente para fazer uma proposta de IVA razoável aos seus credores.

 

O MEU CARRO ESTARÁ PROTEGIDO?

Sob os termos de um IVA, o proprietário de um automóvel não terá que se desfazer do mesmo desde que possa mostrar que o carro é uma necessidade plausível em sua vida. Um exemplo seria alguém que precise do veículo para exercer o seu trabalho ou para ir e voltar do emprego todos os dias. Além disso, o carro não deve ser uma extravagância; automóveis de alto valor teriam que ser justificados.

 

Se houver um acordo de locação do veículo com opção de compra e a despesa for razoável, o aluguel de compra pode ser incluído no orçamento de despesas mensais. No entanto, na maioria dos casos, se o aluguel de compra expirar antes da conclusão do IVA, o fundo extra então disponível teria que ser direcionado ao IVA. Isso pode ser útil, pois torna a proposta de IVA mais atraente aos credores.

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

Bianca Lupoli Edwards

Bianca é uma sul-mato-grossense feliz da vida, que ama viajar, curte rock, blues, bossa nova & fotografia. Está sempre antenada em economia, finanças, insolvência e é fascinada pelo mundo mágico das relações públicas e da ciência da criminologia.

Deixar Mensagem