Organize suas despesas no salário!

0

Se organizar o salário já é uma dificuldade, fica ainda pior quando ele vem dividido. A prática de dividir o salário em duas parcelas é comum em empresas privadas, fazendo muita gente se perder nas compras (e nas dívidas). Portanto, esse mês tiramos suas  dúvidas e esperamos ajudar um pouquinho nas suas finanças.

O jeito é ser organizado! Não tem como fugir da responsabilidade e simplesmente ir passando o cartão de débito.

VEJA QUAL É A NOSSA SUGESTÃO PARA MANTER A SUA VIDA ORGANIZADA FINANCEIRAMENTE:

Faça uma análise do seu holerite e, se necessário, procure o R.H. da empresa que trabalha para esclarecer todas as dúvidas.

Entenda quanto e quando é descontado todo mês. Desta forma, você consegue entender melhor o seu salário.

Liste todos os seus gastos e coloque ao lado de cada conta a data de vencimento. As despesas fixas, como conta de condomínio, parcela do apartamento, televisão a cabo, entre outras, você deve deixar para pagar no dia 5 do mês. O ideal é que você pague logo no início do mês todas as pendências fixas e importantes.

Deixe para o dia 20 todas as despesas variáveis, como a conta de telefone celular. Com o passar dos meses você sabe quanto gasta na média e consegue fazer uma projeção de gastos no mês seguinte. Antes disso, organize-se!

Outro segredo para fazer o seu dinheiro render mais ainda é ter um investimento em aplicação automática. Desta forma, você já se paga antes e garante que continua investindo a sua grana.

Outra alternativa é fazer isso manualmente, só que de forma religiosa e sem atrasos. A data ideal para fazer o investimento é no começo do mês, ou seja, com a primeira parte do seu salário.

Tenha disciplina e guarde dinheiro todo mês! Isso é super importante para o seu futuro. Liste os seus sonhos e bole uma estratégia para conseguir realizar poupando e investindo.

Cartão de crédito pode ser usado por quem é muito organizado, mas com controle. O risco que você corre é o de acabar se esquecendo de todas as parcelas e não conseguir pagar o valor total da fatura. Se você não é organizado, melhor deixar o cartão de crédito na gaveta e usar o de débito no dia a dia.

A regra ideal é que você divida os seus gastos entre os essenciais (que devem corresponder a 50%) do seu salário, os supérfluos (30%) e os investimentos (20%). Assim você consegue se manter organizado e ter uma vida financeira equilibrada.

Fique de olho aqui todo mês, vamos dar sempre dicas para facilitar sua vida!

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

Bianca Lupoli Edwards

Bianca é uma sul-mato-grossense feliz da vida, que ama viajar, curte rock, blues, bossa nova & fotografia. Está sempre antenada em economia, finanças, insolvência e é fascinada pelo mundo mágico das relações públicas e da ciência da criminologia.

Deixar Mensagem