Em clima de Paralimpíadas, Brasil abraça o turismo acessível

0

Com os Jogos Paralímpicos Rio 2016, o mundo volta a falar sobre turismo acessível.

Em pleno crescimento e atraindo cada vez mais a atenção dos operadores de turismo, agências e viajantes ao redor do mundo, o movimento vem observando significativo investimento no Brasil através de iniciativas de inclusão social através do desenvolvimento de retiros de aventura e outros projetos que possibilitam que mais pessoas viajem pelo país para curtir as maravilhas naturais e culturais do Brasil.

Confira alguns dos destinos brasileiros que mais se destacam no segmento de turismo acessível:

Projeto Praia Sem Barreiras – Pernambuco

 A Secretaria de Turismo de Pernambuco implementou projetos para aprimorar a universalização do acesso. A maior novidade é o banho assistido em praias para visitantes de mobilidade reduzida. A estrutura envolve cadeiras de rodas anfíbias, colchões removíveis para o acesso à areia com toda a segurança e assistência de profissionais qualificados. Atualmente, o projeto opera em cinco praias do estado, incluindo no famoso arquipélago de Fernando de Noronha.

Socorro – São Paulo 

O nome da cidade – dado por causa da padroeira, Nossa Senhora do Socorro – combina com o seu esforço em ajudar pessoas com dificuldades. Praticamente todos os hoteis do município – como o renomado Parque dos Sonhos, premiado no Prêmio Mundial de Turismo Responsável e elogiado pelo World Travel Market de Londres – receberam adaptações para possibilitar que deficientes físicos desfrutem do ecoturismo da região, além de bares e restaurantes que passaram a oferecer o cardápio em braile para os deficientes visuais e telefones públicos especiais que oferecem facilidades para os deficientes auditivos. Como resultado, o Ministério do Turismo a listou como uma das 10 cidades com maior acessibilidade do Brasil.

São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília

 Nos últimos anos, o Brasil lançou uma série de projetos inovadores baseados em experiência sensorial para turistas com deficiências visuais. O turismo sensorial pode ser encontrado na Pinacoteca de São Paulo, onde os visitantes podem tocar esculturas de bronze e apreciar o tamanho, a forma, a textura e a diversidade estética de diferentes obras de arte. No Jardim Botânico do Rio de Janeiro, os frequentadores podem apreciar os aromas e as texturas de mudas de plantas como manjericão, sálvia e menta, especialmente pensadas para estimular os sentidos. Em Brasília, o zoológico da cidade proporciona visitas guiadas a cada duas semanas, nas quais os turistas podem tocar os animais.

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

Bossa Brazil Magazine

A Bossa Brazil Magazine, disponível gratuitamente a todos os leitores no Reino Unido, garante que nossos anunciantes sejam beneficiados 100% com o nosso público alvo. Os pontos de distribuição estarão espalhados pelo Reino Unido, incluindo estabelecimentos brasileiros, bares e restaurantes, centros culturais, escolas, cinemas, teatros, festivais e muito mais...

Deixar Mensagem