Coaching, Nutrição e Saúde

0

Quando falamos em Coaching no âmbito da Nutrição e da Saúde, muitas pessoas se sentem confusas. “Afinal, o que é Coaching?” Como ele pode me ajudar? Devo procurar um nutricionista ou um coach?”E por aí vai”…
Cada dia mais, o Coaching ganha espaço e notoriedade por ser uma metodologia eficaz e possível de se aplicar em todas as áreas da vida – incluindo a saúde! E neste contexto, surge o Coaching de Nutrição e Saúde. Porém é fundamental estar ciente de que, se tratando de Nutrição, é sempre muito importante que você tenha o acompanhamento de um Nutricionista (e o mesmo serve para as outras áreas da saúde).
Nutrição e Coaching são coisas completamente diferentes, e podem ser complementares!

Vejamos as principais diferenças entre a Nutrição (ciência da saúde) e o Coaching (metodologia).
O Coaching é uma metodologia que coloca o indivíduo em ação rumo aos seus objetivos. Através de ferramentas e técnicas específicas, o Coach (profissional com formação em Coaching) irá assessorar o Coachee (cliente), levando-o a refletir, fazer escolhas, definir metas e traçar um plano de ação racional para alcançar as suas metas. No Coaching você mesmo estabelecerá seus objetivos, identificará as soluções para as suas próprias questões e definirá as atitudes a serem tomadas a partir de então. Um dos princípios do Coaching é “morder a língua”, então o Coach jamais lhe fornecerá qualquer tipo de orientação ou opinião, dizendo “você deve fazer isto” ou ”sugiro que você faça aquilo”, mas lhe fará perguntas que instiguem a reflexão.
A Nutrição, por sua vez, é uma ciência da saúde dedicada à promoção, recuperação e manutenção da saúde através da alimentação. O Nutricionista é responsável pela realização do diagnóstico nutricional de indivíduos, e é o único profissional capacitado para elaboração de planos alimentares e prescrição de suplementos nutricionais específicos, tanto para pessoas sadias como para aqueles que apresentam problemas de saúde.

O Nutricionista tradicionalmente realizará uma avaliação nutricional completa, incluindo a análise de sinais clínicos, exames laboratoriais, consumo alimentar e composição corporal, e a partir de então, irá definir uma conduta nutricional específica para cada caso. Tal conduta poderá contemplar, por exemplo, a prescrição de planos alimentares e/ou suplementos nutricionais, estratégias de (re)educação nutricional, dinâmicas específicas, e inclusive a aplicação de técnicas e ferramentas de Coaching (no caso de Nutricionistas que possuem formação específica).

O Coaching é uma metodologia, e quando aplicada com profissionalismo e ética, pode ser muito, muito interessante (!). Porém, ele não substitui o profissional de Nutrição (se a questão for nutricional), o educador físico (se o objetivo é se exercitar), o psicólogo/psiquiatra (se você deseja tratar de questões psicológicas), e assim por diante.

Na próxima matéria, falaremos sobre Nutrição Aplicada à Estética. Não perca!

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

Alessandra Furlan

Alessandra Furlan é Nutricionista, graduada e registrada no Brasil, e registrada no Reino Unido como Dietitian. Possui pós-graduação em Nutrição Clínica e Estética e em Nutrição Clínica Personalizada, e formação em Coaching de Nutrição. Natural do Rio Grande do Sul, é apaixonada por boa música, estudar, cozinhar, viajar e fotografar, bem como por tudo o que diz respeito à nutrição, saúde e bem-estar.

Deixar Mensagem