A 60 minutos da realeza

0

O centro de Londres está repleto de atrações que celebram a realeza, mas basta pegar um trem e em uma hora você pode ter um dia nobre e fabuloso fora da cidade

Aqui estão algumas sugestões para uma escapada de um dia cheia de história e eventos do passado e do presente.

Richmond Park, Richmond upon Thames

O Richmond Park, uma antiga área de caça do rei Henrique VIII, é ainda o lar do cervo vermelho e da corça, além de contar com 10 quilômetros quadrados de colinas, florestas e pastagens. Verdadeiro paraíso para caminhadas, o protegido Royal Park é o lugar perfeito para fugir da agitação do centro de Londres, a apenas 45 minutos de distância.

Hampton Court Palace, Richmond upon Thames

Ficaram para trás os dias de museus mofados e exposições maçantes, como prova o Hampton Court Palace. O aplicativo Time Explorers do Palácio permite que você volte no tempo através de uma aventura interativa e envolvente para todos, dos mais jovens aos eternamente jovens de coração. Descubra histórias fascinantes da vida na corte dos Tudor e mantenha os olhos abertos para eventuais aparições das duas esposas de Henrique VIII, Jane Seymour e Catherine Howard.

Hatfield House, Hertfordshire

Lugar com importante significado histórico, a Hatfield House é uma atração real imperdível a 20 minutos de trem do centro de Londres: foi aqui que, em 1558, no antigo palácio, que Elizabeth I soube que iria se tornar rainha. É possível visitar os salões, a galeria, a biblioteca e a capela. A grande escadaria da mansão é particularmente impressionante.

The Chalybeate Springs, Royal Tunbridge Wells

Tunbridge Wells recebeu o prefixo “real” em 1909, quando o rei Eduardo VII percebeu a imensa popularidade do local entre turistas, incluindo a sua mãe, a rainha Vitória. Naquela época, membros da aristocracia faziam a curta viagem de trem saindo de Londres para experimentar as águas curativas de Chalybeate Spring. Siga o exemplo desses antepassados e tome banho nas termas antes de caminhar pelas passarelas decoradas por colunas conhecidas como The Pantiles, além de dar um pulinho nas lojas, galerias e restaurantes independentes.

Opera House, Royal Tunbridge Wells

Para tomar uns drinques antes do jantar, entre no pub Opera House. Originalmente construído como uma casa de ópera em 1902 para celebrar o Jubileu de Diamante da rainha Vitória, ele se tornou um cinema em 1931, depois virou salão de bingo e, por fim, um pub. Ainda é possível ver o palco, o grande balcão e camarotes originais. O pub volta às suas origens duas vezes por ano, quando recebe apresentações de ópera.

Windsor Castle, Berkshire

Até hoje, a rainha Elizabeth II passa vários finais de semana no Windsor Castle. Já a duquesa de Cambridge (esposa do príncipe William) passou a infância na região, no condado de Berkshire. É possível visitar os cômodos e jardins do castelo, que se tornou mais famoso mundialmente em maio de 2018, por ser o local do casamento do Príncipe Harry com Meghan Markle.

Eton College, Berkshire

O Eton College é onde os Príncipes William e Harry estudaram. Ainda não se sabe, porém, se o Príncipe George será matriculado aqui também. Nas tardes de domingo, o colégio abre seus espaços – Natural History Museum, Eton Museum of Antiquities e Museum of Eton Life – para exibir coleções de livros raros, artes, manuscritos e espécies animais e vegetais. Comece pelo Museum of Eton Life, que mostra a história e a tradição do colégio ao longo de seis séculos.

Royal Ascot, Berkshire

Os visitantes que gostam de uma aposta diferente podem comprar os ingressos para um dos páreos do Royal Ascot, uma das principais pistas de corrida de cavalos do Reino Unido, a apenas seis quilômetros do Windsor Castle. O local é muito ligado à realeza, já que é visitado pela rainha durante as corridas reais que acontecem em junho e julho.

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

BBMag Bossa Brazil Magazine

BBMAG Bossa Brazil Magazine is the only London-based bilingual publication specialised in Brazilian lifestyle.

Deixar Mensagem