O maravilhoso mundo do artesanato brasileiro

0

Os artesanatos brasileiros variam de acordo com a região em que são encontrados no Brasil, mas todos contam a história de uma cultura e de um povo 

 

O artesanato, forma de trabalho em que o artesão possui os meios de produção e o meio de confecção, surge em comunidade ou em ambiente familiar. Não há especialização ou mecanização do trabalho, o que faz com que se torne uma produção cultural e tradicional de extrema importância, já que ele representa, muitas vezes, a história da arte de uma determinada região. Também por isso está presente em roteiros de turismo comunitário e as peças são comercializadas em feiras e eventos. 

No Brasil, os primeiros e mais importantes artesãos, que se mantém até hoje, são os indígenas. Suas culturas e modos de vida são representados, muitas vezes, pelo artesanato que é difundido e comercializado para visitantes e turistas. Porém, cada uma das cinco regiões brasileiras possui tipos diferentes de arte, cada qual ligada à história regional e aos costumes daquele lugar. 

Dentre os produtos artesanais estão: cerâmica, construções com tranças de tecido e corda, miçangas, bonecos de barro, entalhes na madeira, pinturas, trabalhos em couro e tantos outros. Ah, e para os amantes de literatura, existe também a literatura em cordel, cuja origem é estritamente oral, mas, com o tempo, passou a ser impressa e distribuída em folhetos. O que não falta é diversidade na área do artesanato, algo que fará com que o turista possa visitar um lugar várias vezes e sempre encontrar diferentes formas de expressão. 

Um dos polos mais importantes de artesanato no Brasil é a região Nordeste. Por possuir vários pontos de extração de barro, as cerâmicas são muito influentes e costumam representar personagens características do folclore nordestino, como o cangaceiro, a mulher rendeira, os sertanejos, o trabalhador rural etc. As próprias mulheres rendeiras são uma força para se observar – elas estão presentes na vasta faixa litorânea brasileira e seus trabalhos encantam todos, de turistas às populações locais. Há muitas esculturas dos mais variados tipos e materiais, como barro, madeira, raízes de árvores entre outros materiais, expressando as caricaturas daquele lugar. 

Além deles, há uma produção intensa de objetos com raízes e entalhes em madeira, especialmente nos Estados do Ceará e da Bahia. Todas essas criações podem ser compradas em feiras típicas e, muitas vezes, é possível acompanhar o processo de desenvolvimento do artesanato, basta procurar informações mais específicas na internet ou com agências de viagem, guias de turismo e organizações locais. Alguns dos materiais mais empregados no Nordeste, variando de acordo ao Estado, são: fibra de bananeira, penas de pássaros, minérios, areia, renda para tapeçaria, fibra de buriti, carnaúba, palha de coco, cipó, jequitibá etc. 

Também é interessante notar que parte dessa cultura artesanal foi de fato importada com os escravos africanos, resultando em uma grande mistura artística de influências indígenas, portuguesas, holandesas e francesas que constituem hoje a arte brasileira. O Nordeste, principalmente, foi influenciado por todos esses movimentos de miscigenação, ainda mais se levarmos em conta o fato da região ter sido a sede da primeira capital brasileira, a cidade de Salvador. Por isso, cada Estado tem suas peculiaridades, já que cada um deles tem sua própria história. 

A região Norte tem muito do seu artesanato envolvido diretamente com os índios, principalmente na região amazônica. São retratadas a fauna e a flora da floresta, com ênfase nos animais e plantas mais conhecidos. São eles que dão vida às fruteiras, esculturas de madeira (às vezes com pedaços de madeira provenientes da própria floresta amazônica), látex proveniente de seringais, capim dourado (exclusivo do Estado do Tocantins), barro, coquinho e tantos outros meios de produção.  

O artesanato dessa região é importante, pois representa um meio de sobrevivência para os índios, além de resgatar sua cultura e história que muitas vezes é deixada de lado, principalmente por pessoas de lugares mais distantes. Saber que a maioria da produção da região é totalmente sustentável e ainda faz referência a modelos de criação mais ecológicos é, no mínimo, um bônus muito bem-vindo. Como exemplo básico, temos as tintas usadas pelos índios, que são naturais. 

Não muito diferente da região Norte, a região Centro-Oeste tem um artesanato que também aponta para a sustentabilidade e para as criações indígenas. Usando pedras semipreciosas, madeira e uma mistura de barro e argila chamada olaria, os projetos envolvem momentos da cultura indígena e a miscigenação que se deu entre eles, os colonizadores e os africanos escravizados. Um dos símbolos fundamentais dessas construções é a escultora Conceição dos Bugres, conhecida por esculpir pequenos totens com face de “bugre”, um povo indígena do qual ela descendia. 

Na região Sudeste, o destaque vai para o Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. São produzidas várias bonecas de cerâmica, figuras com cascas de árvores ou feitas a partir da turmalina e peças de renda de raízes de árvores. Há, em outras regiões do Estado, conglomerados que fazem jogos americanos, toalhas e afins de algodão, sendo que este é plantado pelos próprios trabalhadores e depois colorido naturalmente. Além disso, há criações em São Paulo de porcelanas que se assemelham aos ladrilhos portugueses brancos e azuis, encontrados em abundância na cidade e a madeira é usada principalmente nos Estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro. 

Já na região Sul, o artesanato diz respeito ao passado dos colonizadores alemães e italianos, além de sua integração à sociedade brasileira. O marfim e a madeira do pinheiro-do-paraná são os tipos de materiais mais usados, empregados principalmente na produção de esculturas que retratam o gaúcho clássico, trabalhador do campo e símbolo do Sul, principalmente no Estado do Rio Grande do Sul. 

tes

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

BBMag Bossa Brazil Magazine

BBMAG Bossa Brazil Magazine is the only London-based bilingual publication specialised in Brazilian lifestyle.

Deixar Mensagem