Como empreender no Reino Unido

0

O Consulado-Geral do Brasil em Londres preparou um guia com informações práticas de como empreender no Reino Unido e tornar o seu negócio realidade!

Com uma das maiores economias do mundo, o Reino Unido tem um mercado diversificado e dinâmico – um ambiente bastante atrativo para investidores de diversos países.

A comunidade brasileira no Reino Unido é cada vez mais significativa – estimada em cerca de 140 mil pessoas –, em grande parte atraída pelas oportunidades econômicas. De empresas de grande porte que têm se instalado em Londres como estratégia de expansão para mercados internacionais, até micro e pequenas empresas, frequentemente voltadas à própria comunidade brasileira – onde se encaixam muitos dos parceiros da BBMag –, se destacam empresas do comércio varejista (produtos brasileiros, carnes, lingeries e trajes de banho), de alimentos (bares e restaurantes) e de serviços (acomodação, limpeza, construção e reformas, agências de viagem, transporte etc.). Entre os setores onde a participação brasileira mais cresce estão: estética (cabeleireiros, maquiadores), saúde (médicos, dentistas, nutricionistas) e tecnologia (programadores, desenhistas gráficos, administradores de sistemas e de banco de dados).

O mercado britânico é bastante competitivo, por isso, empresários e trabalhadores precisam de atualização constante e investimentos bem feitos para que consigam alcançar o sucesso. Se você está pensando em montar um negócio em Londres, conheça alguns tópicos do “Guia para empreendedores”, preparado pelo Consulado, com os pontos mais importantes a serem considerados para abrir a sua empresa:

Exigências migratórias

Primeiro é preciso ter um status migratório que permita trabalhar e investir no País. Como regra geral, o tipo de visto concedido neste caso é o Tier 1, que se divide em duas categorias: a entrepreneur, que requer um mínimo de £50.000 em fundos de investimentos e a graduate entrepreneur, que requer o endosso de instituições autorizadas, como o UK Trade and Investment (UKTI) ou uma instituição britânica de ensino superior.

Plano de negócios

Ter um plano de negócios é fundamental, principalmente se você pretende pedir financiamento ou empréstimos. O site do Consulado oferece modelos e orientações detalhadas.

Registro

O empreendedor deverá escolher a modalidade mais adequada ao seu negócio: empresa individual/autônomo, companhia limitada ou sociedade. Cada uma delas tem implicações fiscais, jurídicas e previdenciárias diferentes.

Regulamentações

Além da contribuição à previdência geral, existem outras responsabilidades referentes à seguridade social que, assim como os impostos, dependem da modalidade da empresa. A contratação de funcionários exige atenção às peculiaridades dos contratos trabalhistas do cargo oferecido.

Legislações

Entre as legislações para o gerenciamento da sua empresa estão: proteção à informação privada, direito do consumidor, normas de qualidade, exigências sanitárias de higiene, segurança e legislações especiais (caso de produtos como álcool e tabaco).

Apoio a empreendedores

Em todos os países do Reino Unido você conta com serviços públicos de assessoramento para o seu negócio, tirando suas dúvidas sobre capacitação, financiamento, empréstimos, programas de incentivo fiscal ou qualquer outro assunto relacionado. Além disso, diversos profissionais brasileiros atuando no Reino Unido em áreas como direito, marketing e contabilidade podem auxiliar a compreender as peculiaridades da legislação e das práticas de negócios locais.

O guia completo você encontra no site do Consulado: www.cglondres.itamaraty.gov.br

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

Bossa Brazil Magazine

A Bossa Brazil Magazine, disponível gratuitamente a todos os leitores no Reino Unido, garante que nossos anunciantes sejam beneficiados 100% com o nosso público alvo. Os pontos de distribuição estarão espalhados pelo Reino Unido, incluindo estabelecimentos brasileiros, bares e restaurantes, centros culturais, escolas, cinemas, teatros, festivais e muito mais...