Na cozinha com Luciana

A renomada chef brasileira Luciana Berry fará um Supper Club, nos dias 14 e 15 de junho, sobre 7 pratos inspirados nos pratos dos botecos O que memórias, risadas, acolhimento e comidas deliciosas possuem em comum? Todas são elementos fundamentais dos botecos, uma versão brasileira dos famosos pubs britânicos. Inspirada pela sensação que uma típica tarde num boteco gera, a chef brasileira renomada internacionalmente e semifinalista do Masterchef UK, Luciana Berry, preparou um Supper Club incrível que abordará 7 pratos típicos que os brasileiros costumam pedir numa das clássicas tardes de boteco. Algumas das delícias que serão mostradas pela chef…

Compartilhar.

Quando recebi o tema Urbano para edição da revista, a primeira coisa que me veio à cabeça foi “street food”, ou comida de rua. Nos centros urbanos mais movimentados a comida de rua se espalha de inúmeras formas, desde ambulantes vendendo caldinhos em garrafas térmicas de café até barracas com cadeiras de plástico numa esquina. Eu sempre falo que para descobrir a culinária e costumes de uma cidade ou região é preciso primeiro analisar a sua comida de rua. Cada cidade brasileira tem a sua especialidade. No Pará, por exemplo, o tacacá (sopa feita do líquido extraído da mandioca), que…

Compartilhar.

Aproveitando a entrevista sobre a culinária moderna brasileira segue uma receita super fácil de fazer. O que vai demorar mais é fazer o cracker de sagu, que aqui na Inglaterra é chamado de tapioca cracker. É bom lembrar que eu comprei todos esses ingredientes em lojas que não são brasileiras. Você pode, sim, achar nossos ingredientes em outras culinárias. Basta bater perna nos mercadinhos asiáticos e africanos que você encontra tudo. O chuchu, por exemplo, se chama chow chow nas lojas asiáticas. Em francês se chama chayote. O sagu, ou tapioca pearls, também achei em lojas asiáticas. Espero que gostem…

Compartilhar.

Quer agradar brasileiro? Faça camarão. Quer agradar inglês? Faça carne. Foi o que aprendi morando na Inglaterra há 13 anos. A parte do boi que menos gosto é o filé mignon. A carne é a mais macia, porém sem muito sabor. Sou daquelas que gosta de carne perto da gordura e colada no osso. Osso que por sinal virou moda. Os restaurantes mais sofisticados do mundo servem o tutano como uma iguaria. Com champanhe, ostras e vieiras. Lembro-me da época em que meus únicos concorrentes com o tutano eram os cachorros. Oh tempo bom! Voltando ao filé. Se você reparar,…

Compartilhar.

Curar um alimento é a técnica mais antiga de preservação de alimentos. Através do sal você consegue prolongar a longevidade de carnes, peixes ou legumes. No Brasil fazemos muito isso com a carne seca e, em Portugal, com o bacalhau. Alguns processos são um pouco diferentes uns dos outros, mas a base sempre vem do sal. Nesse método eu uso cachaça e açúcar. O salmão mais parecido com esse estilo é o Gravlax – um salmão escandinavo cru e curado em açúcar e sal, e servido com endro (também conhecido como dill ou aneto). Essa é uma maneira maravilhosa e…

Compartilhar.

É no embalo da música de Roberto Carlos que vem a receita de gastronomia brasileira dessa edição. O inverno londrino chegou e a vontade de ficar dentro de casa embaixo do cobertor aumenta. Cassaroles, sopas, chá, bebidas quentes e um bom vinho tinto são a pedida para aquecer o corpo nessa época de temperaturas baixas. Se você tem alguém que te esquente, vai ficar duplamente  aquecido com esse caldinho, então abram uma garrafa de vinho e se joguem na cozinha! O segredo dessa receita é fazer um bom caldo de frango. Faça com as asas do frango, que têm muito…

Compartilhar.

Com a chegada de dezembro, o cheirinho natalino se aproxima e os ingredientes ficam espalhados nas prateleiras das feiras e supermercados. Para colocar tudo junto, às vezes, é preciso botar a criatividade para funcionar e saber o que vai bem com o quê. A rabanada é muito tradicional no Natal do Brasil, mas, muitas vezes, fica tão sem graça quando simplesmente é colocada em mais um prato na mesa Natalina, que passa despercebida e muita gente não dá tanta importância. Resolvi elevar o nível da nossa rabanada com ingredientes da estação daqui de Londres. Figo, nozes, os cinco temperos chineses…

Compartilhar.

Receita Peru Suculento Com a chegada do Natal e as festas de final de ano, o velho e bom peru retorna à mesa depois de um longo ano afastado. No Brasil, ele é umas das estrelas da ceia natalina, ao lado dos mais diversos acompanhamentos: farofa, frutas em calda, fios de ovos, saladas e arroz com passas. Várias pessoas me perguntam como fazer para que o peru não fique seco. A resposta é simples: o peru deve ser regado a cada 20 minutos com o líquido da assadeira e também sugiro a compra de um termômetro culinário. Você pode colocar…

Compartilhar.

Feijão, linguiça, ovo e bacon até parece receita de café da manhã inglês. Com esses ingredientes e um toque de farofa e couve, essa receita vai te levar para Minas sem você sair da Inglaterra. Ela é fácil e serve como acompanhamento para carne assada, frango, churrasco, peixe ou como prato principal. O segredo é ter uma boa linguiça defumada ou chouriço fresco. E com a facilidade de encontrar feijão já cozido nas prateleiras dos mercados, fica ainda mais simples do que você imagina. A maneira mais típica dessa receita é com feijão carioquinha, que eu gosto muito, mas isso…

Compartilhar.