Daiquiri Brasileiro ou Daiquirinha, se preferir

0

Porque não dar um twist verde-amarelo a esse coquetel caribenho? 

  

De origem cubana, e com ingredientes que lembram muito a caipirinha, a bebida já fazia sucesso no início do século passado nos bares de Nova Iorque. Mas foi durante a Segunda Guerra Mundial, com a escassez do whisky e da vodca, que o rum ganhou espaço nos Estados Unidos, em um acordo com a América Latina conhecido como a política da boa vizinhança. Melhores relações fizeram os produtos latinos atraentes e elegantes e, assim, os coquetéis com rum ganharam popularidade e seguiram também a mesma tendência. 

Um coquetel que nos remete às imagens de uma brisa leve e ao som de ondas quebrando na praia. O verde-claro do limão, a uma agradável tarde de verão em que o sol tarda a se despedir. Muito tempo se passou e o daiquiri ainda é um dos coquetéis mais consumidos no mundo, ocupando o terceiro lugar entre os mais pedidos, segundo a lista da Drinks International. Dito isso, porque não dar um twist verde-amarelo a esse coquetel caribenho? Afinal, a receita tradicional pode ser encontrada em qualquer esquina. 

Como ingredientes, vamos utilizar a cachaça, meio limão Tahiti (com muito suco) e xarope de açúcar, seguindo a receita tradicional, e como toque final um pouco de licor Maraschino para dar identidade. Vamos à receita: 

  

Ingredientes 

50 ml de cachaça branca 

25 ml de suco de limão Tahiti 

15 ml de xarope de açúcar simples 

10 ml licor Maraschino 

  

Preparo 

Adicione os ingredientes à sua coqueteleira. Agite com gelo, coe e sirva em um copo de coquetel bem gelado. 

 

Compartilhar.

Sobre o Colunista:

BBMag Bossa Brazil Magazine

BBMAG Bossa Brazil Magazine is the only London-based bilingual publication specialised in Brazilian lifestyle.

Deixar Mensagem